top of page

Já ouviste falar em gaslighting?


Este é um tema sensível que ocorre muitas vezes nas relações amorosas, mas não só. Felizmente existem cada vez mais pessoas a falarem sobre este assunto e, para contribuir para uma melhor compreensão, decidi escrever um texto sobre o tema que se está a detetar numa escala assustadora. O termo "gaslighting" vem de uma peça de 1938 intitulada Gas Light, que foi adaptada para o filme de 1940 Gas Light, seguido pelo filme mais conhecido de 1944 Gaslight. Em cada obra, um protagonista masculino convence a sua esposa de que ela está a imaginar coisas que estão realmente a acontecer - incluindo o escurecimento das luzes de gás da casa - fazendo com que ela acredite que enlouqueceu. Gaslighting é uma forma de manipulação psicológica em que uma pessoa procura minar a autoconfiança e a perceção da realidade de outra pessoa, geralmente de forma intencional e sistemática. Isso é feito através de mentiras, distorções, negação da realidade e manipulação de eventos, fazendo com que a vítima duvide da sua própria sanidade e perceção da realidade.


O gaslighting pode vir de um parceiro romântico, chefe, familiar, médico ou qualquer outra pessoa em posição de poder. Se estás a ser gaslit – isto é, vítima de gaslighting – existem passos claros que podes tomar para lidar com o agressor e obter ajuda. Nas relações amorosas, o gaslighting pode ter um impacto extremamente prejudicial. A pessoa que está a ser manipulada pode começar a questionar a sua própria sanidade, o que pode levar a problemas de autoestima, ansiedade e depressão. Além disso, a vítima pode começar a sentir que não pode confiar no seu parceiro(a), o que pode levar a problemas de comunicação e isolamento emocional. A pessoa que está a ser manipulada pode começar a questionar-se (e.g., eu fiz mesmo aquilo? estarei a inventar?), sentindo-se confusa, insegura e emocionalmente fragilizada (e.g., não tenho valor…, ou, a culpa desta situação é toda minha, sou sempre eu…). Geralmente podem sentir que não conseguem confiar nas suas próprias perceções e podem culpar-se por coisas que não são da sua responsabilidade. O gaslighting também pode tornar difícil para a vítima reconhecer quando está a ser abusada, o que pode tornar ainda mais difícil sair do relacionamento abusivo. É importante reconhecer os sinais de gaslighting em um relacionamento e buscar ajuda e apoio para sair dessa situação.


Alguns exemplos:

· Linguagem descrevendo o teu comportamento como louco, irracional ou excessivamente emocional;

· Sentires-te confuso(a) e impotente depois de saíres de uma interação;

· Critica constante ao teu tom de voz;

· Um ciclo de comportamento quente-frio: para desequilibrar a vítima, o gaslighter pode alternar entre o abuso verbal e o elogio, muitas vezes até na mesma conversa:

· Banalização do teu discurso: o parceiro abusivo faz com que as necessidades ou sentimentos da vítima pareçam sem importância;

· Esquecimento/Negação. O parceiro abusivo finge ter esquecido o que realmente aconteceu ou nega coisas como promessas feitas à vítima.


O gaslighting também pode ser usado para controlar e dominar um parceiro, fazendo com que eles se sintam dependentes do manipulador. A vítima pode sentir que precisa da aprovação e validação do manipulador para se sentir bem consigo mesma, o que pode levar a um ciclo vicioso de abuso emocional. É importante reconhecer os sinais de gaslighting num relacionamento e procurar ajuda se estás a ser manipulado(a). Este é um fenómeno muito importante que deve ser percebido, e para percebermos o seu impacto a nível psicológico, as vítimas de gaslighting podem experienciar ansiedade, depressão, desorientação, baixa autoestima, stress pós-traumático, hipervigilância e pensamentos suicidas. Como pudeste ler, este é um tema que devemos estar atentos tanto a nível individual, mas também como sociedade para promovermos relações saudáveis em que a base seja o amor e aceitação.


PS: no caso de estares a passar por uma situação destas, por favor, procura ajuda porque existe solução para isso. Cuida de ti. Ama-te!

Cumprimentos Psi!

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page