A Importância do Significado na Vida em tempos de pandemia

#psicoefeito #significadonavida #psicologiapositiva


O foco da Psicologia Positiva nas capacidades humanas (reais e potenciais) fornece uma lente valiosa para entender como as pessoas podem enfrentar e superar os tempos de crise, contudo, realiza pesquisas sobre as emoções, processos, condições e relacionamentos que promovem o funcionamento ideal e o florescimento de pessoas, grupos e instituições. Nesta área tão fascinante da Psicologia, o significado na vida revela-se como um dos factores de vital importância nas nossas vidas e quando definido por nós e para nós permite-nos superar fases de vida difíceis ou desafiantes como o caso da pandemia da COVID-19. Posto isto, que importância tem o significado na vida?


Significado na vida refere-se ao grau em que as pessoas deram sentido às suas vidas e ao mundo ao seu redor, percebem que as suas próprias vidas têm valor inerente e valem a pena ser vividas e identificam aspirações altamente valorizadas e de longo prazo pelas quais se esforçam. Existem três elementos centrais: coerência, significado e propósito. O que importa realçar neste caso é a ameaça que a pandemia fez a estes elementos pondo em causa as definições que conhecemos, ou em última análise, desafiou todos nós a sentirmos como são na realidade os seus efeitos psicológicos. A pandemia ameaça a coerência ao criar caos e agitação nas nossas rotinas (e.g. teletrabalho), crenças sobre o governo e segurança, ideia de previsibilidade (função cognitiva de vital importância em situações de stress) e até mesmo a nossa ideia de identidade. Ameaça o significado ao fazer-nos sentir impotentes e arrastados por influências que não podemos controlar, ao tirar relacionamentos e actividades que fazem a vida valer a pena, e ameaçando a sensação de que importamos, causando doença generalizada, incapacidade prolongada ou morte. Isto ameaça o propósito ao influenciar negativamente os nossos planos e aspirações para o futuro, minando a nossa motivação e cortando conexões que nos permitem alcançar objectivos e metas na vida.


Pessoas que relatam níveis mais elevados de significado na vida também são mais felizes, expressam emoções positivas mais fortes e frequentes, endossam e usam mais as suas forças de carácter, tendem a encontrar relacionamentos e a serem vistos como amigos potencialmente mais desejáveis, ajudam mais os outros, sentem um bem-estar subjectivo melhor, relatam menos queixas de saúde, tem melhor sistema imunológico activo, níveis mais baixos de citocinas inflamatórias, envolvem-se em comportamentos sexuais menos arriscados, mostram avanço mais lento do declínio cognitivo e doença de Alzheimer e vivem mais. O significado desempenha um papel importante na lidação com o stress, trauma e adversidade, incluindo maior uso de estratégias eficazes de coping (i.e., lidar com), como o uso de reavaliação cognitiva de stressores e evitar a supressão emocional. O significado da vida não serve apenas para nos proteger durante os tempos difíceis, também pode ser aprimorado ou mesmo descoberto na adversidade. Isso é tipificado por um estudo* que mostra que, apesar dos picos de stresse agudo, depressão e ansiedade entre os profissionais de saúde da linha de frente, 61% deles disseram ter encontrado um significado e um propósito maiores na vida. Este estudo é um exemplo de como a pesquisa dentro de um tópico central da psicologia positiva - o significado - revela um caminho fundamental através do qual as pessoas podem enfrentar e crescer durante um período de crise.


Como lidar (coping) com as ameaças? O que fazer psicologicamente falando?

Reconhecer a ameaça identificada e saber onde colocar esforços para proteger e construir a saúde mental. Podemos cuidar de nossa coerência explorando como as nossas crenças sobre a vida foram quebradas e investir o tempo para construir conscientemente um conjunto de crenças modificadas, mas optimistas. Podemos trabalhar o nosso significado levando em consideração todas as maneiras pelas quais nos sentimos diminuídos ou prejudicados por mudanças recentes e tomar medidas para apoiar, ou mesmo aumentar a nossa capacidade contínua de fazer a diferença e de nos conectarmos com outras pessoas. Quanto ao propósito, podemos perceber quais dos nossos objectivos e missões foram bloqueados pela pandemia como uma forma de ver mais claramente o que nos motiva e procurando maneiras de prestar um serviço maior aos outros e/ou ao planeta daqui para frente. Enquanto o mundo enfrenta a pandemia e as suas repercussões, encontrar significado é um aspecto particularmente relevante e central para a saúde mental.


Vamos fazer psicoefeito?

Obrigado por leres!!!






*Fonte: Lea Waters, Sara B. Algoe, Jane Dutton, Robert Emmons, Barbara L. Fredrickson, Emily Heaphy, Judith T. Moskowitz, Kristin Neff, Ryan Niemiec, Cynthia Pury & Michael Steger (2021): Positive psychology in a pandemic: buffering, bolstering, and building mental health, The Journal of Positive Psychology, DOI: 10.1080/17439760.2021.1871945